22 de out de 2015

Morar na Argélia

Olá a todos.....Tenho recebido muitas dúvidas sobre morar na Argélia, então vamos lá, vou tentar esclarecer algumas coisas.
Para ir pra Argélia sem ser casada você vai precisar de um visto de turista, que é solicitado na embaixada da Argélia em Brasília. O procedimento pode ser consultado aqui (http://www.embaixadadaargelia.com.br/consulado/estrangeiros/documentos-solicitadores-para-vistos/). O visto concedido pode ter validade entre 30 a 90 dias (prazo máximo).
Vai para casar? Temos um problema aí. Porque? Simplesmente o processo do casamento lá demora em torno de 5/6 meses pra sair dependendo a cidade e época do ano pode demorar mais, e o problema é exatamente esse, quando é solicitado a autorização de casamento dentro do processo existe uma entrevista, que nunca se sabe quando vão marcar (pode ser depois de 1 mês, 2, 3, 4.....) e você como turista só pode ficar lá 90 dias e tem que voltar. Ou seja, casar lá além de chato e burocrático sai caro, por que consequentemente você vai ter que ir e voltar ao Brasil mais de 1 vez até concluir tudo e por isso mesmo não vale a pena, porém tem gente que insiste (se você tem tempo, paciência e dinheiro vai lá e boa sorte).
Quais seriam as opções então pra quem quer morar lá e não quer enfrentar tudo isso? A única solução é casar em algum país que tenha os trâmites mais simplificados e que tenha o casamento aceito pela embaixada da Argélia (o que não é o caso do Brasil. Casamento realizado aqui não tem validade lá). Uma ótima opção é a Tunísia, onde se a documentação tiver certinha o procedimento sai em torno de 10 dias.
E após o casamento? Aí sim você terá direito ao visto familiar, e é com ele que você vai poder fazer o pedido de residência. (Com o visto de turista você não pode fazer isso, nem se já tiver casado. Tem q voltar pro Brasil, solicitar o visto familiar e voltar pra lá).
O pedido de residência é relativamente fácil, porém como tudo lá burocrático. Que eu me lembre, vai precisar do passaporte (com o visto familiar e não de turismo), uma declaração de hospedagem (quem faz isso é o dono da residência (por exemplo o sogro se você for morar na casa da família), 16 fotos sim 16 e não me perguntem pra que tanto, atestado médico e um atestado específico dado por um pneumologista com direito a raio x e tudo.
Levando a documentação no setor responsável na polícia eles vão te dar um papel provisório de residência, que tem que ser renovado a cada 3 meses. A Renovação tem que ser feita pessoalmente. E após cerca de 2 anos vem o cartão de residência definitivo.
Essa é a parte burocrática...agora algumas dicas úteis pra quem quer ir pra lá mas ta mais perdido que cego em tiroteio: pense bem antes de largar tudo aqui e ir pra lá, qualquer mudança tem conseqüências e isso é vida real e não o mundo encantado da Alice com um coelho falante. Tenha o mínimo de discernimento e pelo amor de Deus aprenda antes de ir pelo menos o básico do francês. Se você vai morar lá não é mais nada do que tua obrigação, você está indo, você tem que se adaptar e não o contrário. Falar a língua é o mínimo, entender dos costumes é o mínimo, saber sobre o Islam (mesmo vc  ñ tendo planos de se converter) é o mínimo.
E esteja ciente e bem ciente que NADA lá é igual aqui, desde comida até sair na rua, trabalhar, falar, estudar e coisas simples como ir ao supermercado e comprar pão ou pegar um ônibus. Portanto...pesquise, pesquise, pesquise E pesquise antes de querer se jogar de cabeça. E estude principalmente as línguas (ah mas ele fala português...que ótimo pra você, mas aí você vai se comunicar só com ele? Porque ok ele fala, mas a família fala? Os comerciantes falam? Os médicos falam? Você vai ter que ficar o tempo todo grudada no marido?

Bom, por hoje é isso. A grosso modo está tudo meio que explicado, se ficou alguma coisa deixem nos comentários que vou complementando.


Bjos, Salam.