12 de ago de 2015

Um pouco sobre a Argélia

Aigle Azur

site de turismo na argélia... muito legal

aqui algumas coisas que estavam no site:


...Cultura
 - Artes : A Argélia abrange uma grande variedade de formas artísticas, portadoras da memória das civilizações que se foram sucedendo.
 - Literatura : os meddahs, cantores/poetas ancestrais, foram desde sempre transmitindo oralmente a história da Argélia, contribuindo assim para a preservação do seu património histórico. A literatura argelina exprime-se em árabe, tamazight e francês, contando com: pensadores arabófonos, designadamente Moufdi Zakaria, Moubarek El Mili e Mohamed Laid Al Khalifa; intelectuais de expressão francesa, como Kateb Yacine, Mouloud Feraoun e Mohamed Dib; mas também com uma literatura berbere em pleno desenvolvimento.
 - Mùsica : a música argelina beneficia de um vasto repertório de estilos e conjuga-se em vários géneros: música arabo-andaluza (Mahieddine Bachtarzi), considerada a música clássica argelina; músicachâabi (Hadj M'Hamed El Anka) ou rai (Cheikha Remiti), urbanas e populares; música cabila (Idir), inspirada em contos transmitidos oralmente; ou ainda gwana (Othmane Bali) e tuaregue, com origem nos escravos da África subsariana.
 - Cinema : nascido após a independência, o cinema argelino foi-se centrando em diversas tendências ao longo das épocas: até 1970, as principais temáticas incidiam no colonialismo; a partir da década de 70, idade de ouro do cinema argelino, os temas tratados centraram-se na instituição do socialismo; actualmente, após um período de letargia, o cinema argelino ganhou um novo fôlego. Dois grandes vultos: Mohamed Lakhdar Hamina e Ahmed Rachedi.
 - Pintura : além dos milhares de gravuras e pinturas que representam as encostas do Monte Tassili, a pintura argelina inspirou-se em fontes diversas e variadas: afirmação da sua identidade e valorização do património islâmico (Racim), expressionismo (Bachir Yelles), naïf (Baya) ou, ainda, a pintura abstracta (Guermaz Benanteur), … tantas formas artísticas características da pintura argelina.

...Gastronomia

A cozinha argelina está na fronteira entre inúmeras tendências culinárias – cozinha berbere, mediterrânica, judaica, otomana, francesa e espanhola –, distinguindo-se pelo uso frequente de especiarias e condimentos.

As entradas típicas incluem a chorba e a harira (sopas à base de carneiro e de legumes), bem como os bricks e boureks (folhados recheados), sem esquecer o famoso e célebre cuscuz.

...Clima

O norte da Argélia caracteriza-se por um clima mediterrânico, quente no Verão e frio no Inverno. No sul, o clima é desértico. As temperaturas são muito elevadas na parte central (até 50°C!), mas suportáveis nas regiões mais altas.

No Inverno, as diferenças de temperatura são enormes nas regiões do sul (Sara): 25°C durante o dia e 0°C à noite !
...Compras

- Moeda : A moeda local é o dinar argelino (100 DZD = 1 €), que não se exporta e só pode ser trocado in loco, nos aeroportos, nos bancos e em alguns hotéis.

Atenção! Os cartões de pagamento internacionais só funcionam nos grandes hotéis, não sendo possível levantar dinheiro nas caixas ATM.

- Artesanato : A Argélia dispõe de uma vasta gama deprodutosartesanais. Além dos tapetes e das jóias, encontrará na Argélia vários produtos artesanais tradicionais tais como: tapetes de pêlo de cabra e lã ora decorados modestamente ou sumptuosamente adornados, peças de vime, peças de barro modeladas de acordo com técnicas ancestrais, jóias de prata, cerâmicas e olaria (vasos decorativos), peças em couro, utensílios de cobre (pratos cinzelados), cestaria e vidro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário